Você está em: Início > Notícias > Ação Social

Ação Social

Jogadores e comissão técnica do Cav doam sangue para o cadastramento de medula óssea.

publicado em: 12/12/17

Notícias CAV

Com o objetivo de estimular novos cadastros de medula óssea, a Unidade de Coleta de Sangue promoveu com a parceria do CAV (Clube Atlético Votuporanguense) a Campanha Atletas do Bem.  Jogadores, diretoria do clube e comissão técnica organizaram à Campanha e se mobilizaram como novos doadores voluntários de medula óssea. A ação foi realizada na tarde desta terça-feira.

Rafael Gatti, Gerente de futebol do Votuporanguense, fala da importância de alinhar o futebol com o social. '' É importante contribuir para quem precisa e nós jogadores e comissão técnica temos que cada vez mais incentivar as pessoas a doarem sangue para a medula óssea.  O Clube participou dessa Ação e tenho certeza que vai participar das próximas também. A Votuporanguense sempre se preocupa com o social e vamos continuar contribuindo neste sentido’’.

Cassia Hernandes, assistente social da Unidade de coleta de sangue de Votuporanga, ressalta a importância dessa Campanha. ‘’É super importante a doação de sangue,  porque doando algumas gotinhas você pode estar salvando uma vida’’.

Cassia também faz o convite para toda a população. '’Peço a todos que venham fazer a doação de medula óssea. Sigam o exemplo dos jogadores do Cav’’.

O clube também doou uma camisa oficial da Alvinegra para a unidade, que deverá ser sorteada entre os doadores que comparecerem ao local.

Cadastro

O interessado pode ser voluntário para a doação de sangue, doação de medula ou de ambos. É necessário que este desejo seja explicitado no momento do cadastro. Para mais informações o telefone para contato é o (17) 3426-7530, ramal 210, ou pelo (17) 98179-1989 ir pessoalmente até o local. O espaço fica anexo ao Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”, na Rua Antônio Galera Lopes esquina com a Antônio Serafim de Queiroz, na Zona Norte.

As pessoas entre 18 e 55 anos com boa saúde estão aptas a doar medula óssea. A coleta ainda não é a doação da medula óssea, mas apenas o cadastro como possível doador. Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é realizada também a coleta simples de sangue para o teste de compatibilidade. Os testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. Os dados e os resultados são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.

 

PATROCINADORES
Copyright 2018 © GD Virtual