Você está em: Início > Notícias > Atletas do Bem: Unidade de Coleta de Sangue e CAV se mobilizam nesta terça-feira

Atletas do Bem: Unidade de Coleta de Sangue e CAV se mobilizam nesta terça-feira

Campanha pretende estimular o cadastro de novos doadores voluntários de medula óssea; jogadores, diretoria e equipe técnica do CAV se mobilizam nesta terça, das 15h às 18h

publicado em: 11/12/17

Notícias CAV

Com o objetivo de estimular novos cadastros de medula óssea, a Unidade de Coleta de Sangue promove com a parceria do CAV (Clube Atlético Votuporanguense) a Campanha Atletas do Bem.  Jogadores, diretoria do clube e comissão técnica organizam à Campanha e se mobilizam como novos doadores voluntários de medula óssea.

Eles estarão na Unidade de Coleta nesta terça-feira (12/12), das 15h às 18h, para fazer o cadastro. A  adesão da população interessada também é bem-vinda junto ao Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), um registro único e nacional. 

O transplante de medula é indicado para pacientes com leucemia, linfomas, anemias graves, imunodeficiências e outras 70 doenças relacionadas ao sistema sanguíneo e imunológico. Quando uma pessoa necessita do transplante e não possui um doador compatível na família, é feita uma consulta junto ao Redome. Se for encontrado um doador, ele será convidado a fazer exames complementares a doação. A responsável pela Unidade de Coleta em Votuporanga, Sueli Friósi, explica que as chances de encontrar um doador de medula compatível são bastante difíceis, em média, uma em cada 100 mil.  “Campanhas como esta que estamos realizando com o apoio do CAV são fundamentais para sensibilizar as pessoas sobre a necessidade do cadastro de novos doadores voluntários. Quanto maior o número de voluntários cadastrados, as chances de cura dos pacientes em tratamento também aumentam consideravelmente”.

Para aumentar a probabilidade de êxito na localização é importante manter o Redome atualizado com os dados cadastrais. É fundamental que as mudanças de telefone ou endereço sejam comunicadas para a instituição onde a coleta foi realizada.

Cadastro

O interessado pode ser voluntário para a doação de sangue, doação de medula ou de ambos. É necessário que este desejo seja explicitado no momento do cadastro. Para mais informações o telefone para contato é o (17) 3426-7530, ramal 210, ou pelo (17) 98179-1989 ir pessoalmente até o local. O espaço fica anexo ao Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”, na Rua Antônio Galera Lopes esquina com a Antônio Serafim de Queiroz, na Zona Norte.

As pessoas entre 18 e 55 anos com boa saúde estão aptas a doar medula óssea. A coleta ainda não é a doação da medula óssea, mas apenas o cadastro como possível doador. Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é realizada também a coleta simples de sangue para o teste de compatibilidade. Os testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. Os dados e os resultados são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.

Redome

 

O Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) foi criado em 1993, em São Paulo, para reunir informações de pessoas dispostas a doar medula óssea para quem precisa de transplante. Desde 1998, é coordenado pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Rio de Janeiro

PATROCINADORES
Copyright 2018 © GD Virtual